Aluno

Mariana Manciola

06/07/1996

Ano/Semestre de Ingresso

2017.1

Faculdade

Bahiana de Medicina

Curso

Medicina 2017.1

Turma MSL

2016.2

1 – O que você achou do seu resultado no vestibular? Por quê?

Eu fui bem na prova, apesar dos vacilos por falta de atenção. Achava que podia passar, mas nunca ia imaginar que ficaria em 9º lugar, foi uma surpresa imensa!

2 – Como era sua rotina e metodologia de estudo?

Basicamente, quando eu não estava em aula, estava estudando. Às vezes minha mãe saía comigo pra eu comer alguma besteira, mas no mais eu tinha cursinho pela manha, e começava a estudar umas 14h30, e ia até onde aguentava, 23:30, 00h… Com algumas pausas nesse tempo, obviamente.

3 – Quais foram suas maiores dificuldades, tanto de matérias quanto de desafios externos?

Minhas maiores dificuldades eram física e alguns assuntos de matemática, como análise combinatória. Externamente, meu emocional era meu grande inimigo. Eu sempre ia muito bem nos simulados, mas na hora da prova eu ficava muito nervosa, e o grande problema é que eu não conseguia admitir pra mim mesma que estava nervosa.

4 – Como foi o momento em que você viu que tinha sido aprovado?

Na verdade, me contaram que fui aprovada. Como divulgaram antes o resultado, uma amiga que já fazia Bahiana me sugeriu que eu seria a caloura direta do amigo dela. Ela não disse isso diretamente, então quando eu comecei a perceber o que ela estava me dizendo, eu fiquei muito nervosa e fui logo olhar se tinha saído o resultado. Foi uma alegria imensa, e ainda mais a surpresa pela colocação.

5 – Quais você considera terem sido seus maiores acertos e erros nesse processo?

Meus maiores acertos foi resistir às tentações de sair, de parar para ver séries, de cair no sono.. Foi um ano de privações. Mas acho que eu poderia ter trabalhado meu psicológico desde o início, ao mesmo tempo que me preparava para os vestibulares. Só fui me preocupar com meu emocional nas últimas semanas antes da prova.

6 – Como nosso curso contribuiu para a sua aprovação?

O curso me ajudou a manter foco, as dicas do prof Teu me ajudaram muito na prova, e eu me aprofundei muito nos assuntos que eu travalhava, principalmente detalhezinhos que muitas vezes achamos que não vai cair e aí não estudamos. Cheguei na prova literalmente com a sensação de que sabia tudo que precisava saber, isso ajuda até no psicológico.

7 – Qual sua avaliação das nossas aulas?

Eu gostei bastante, é um aprofundamento e um trabalho nas nossas maiores dificuldades e erros, e no que mais tem chances de cair.

8 – Quem mais foi fundamental para a sua aprovação? Gostaria de dizer alguma coisa a essa pessoa?

Minha mãe, sem dúvidas. Ela que me levava nos cursos extras, que me fazia um lanchinho enquanto eu estudava, que nos últimos dias fez questão de dizer “Você já estudou demais, precisa relaxar agora”.

9 – Qual conselho você daria para quem vai enfrentar o vestibular?

Se você for uma pessoa nervosa, reconheça. Um dos maiores erros meus foi tentar me convencer de que eu estava calma quando estava com o coração saindo pela boca. Trabalhe no seu emocional ao longo do semestre, não deixe pra se arriscar em remedinhos calmentes em cima da hora. E nos últimos dias de prova, diminua o ritmo. A maioria passa a estudar mais no final, mas é muito pior arriscar chegar na prova esgotado. Nas últimas duas semanas, comece a dormir mais cedo, relaxe um pouco e comece desde já a preparar seu psicológico.

10 – Quais os planos daqui para frente?

Estudar muito e tentar fazer valer a pena esse esforço. Já estive em um curso que não gostei, e sinto que estou no caminho certo agora.